Arroio do Engenho - Tudo é uma viagem

Post Top Ad

sábado, 22 de abril de 2017

Arroio do Engenho

Logo que chegamos em Urubici e largamos a mochila no quarto da vó pegamos a moto e fomos pro rolezinho na cidade. No final da rua principal vimos uma placa falando de duas cachoeiras, e lógico, lá fomos nós atrás dela.

Chegamos ao Arroio do Engenho, que possui duas cachoeiras: a das araucárias e a famosa cachoeira da neve, que reza a lenda, faz neve de verdade.
A explicação dada é que em dias de frio extremo as gotículas que caem congelam e formam uma camada de neve na sua base. 
Quem nos recebeu foi o Beto, proprietário, e explicou como era a trilha e nos pediu que voltasse no outro dia, pois pelo horário (passava das 17:30) ele não poderia mais deixar subir, no máximo até 16:30 pra menos, pois escurece e fica perigoso demais.

Então no sábado, depois de ir no Morro da Igreja e na Serra do Corvo Branco fomos direto pra lá.
Entrada paga 10 pila por pessoa, leve sua garrafa de água vazia e abasteça com água pura e cristalina direto na fonte. Tem banheiro, mesa, energia elétrica, espaço para acampar. Muito bacana o lugar.


Na entrada ele diz que a trilha tem 700 metros e é 20 minutos de caminhada... tá enrolando igual Google Maps.
Tu caminha um tanto na propriedade e quando chega "no começo" da trilha, tem a placa de 700.
Mas a trilha não é tão facinha, e não recomendaria para crianças.
A segunda parte da trilha muito menos.

 

Toda trilha é bem natural, sem interferência humana, somente uns 2 trechos que tem uma corda amarrada pra fingir que te ajuda.


 


 


 

Mas é tudo extremamente lindo! Talvez a trilha realmente leve menos tempo se eu não fosse parando a cada 10 passos pra ver as coisas que me cercavam, mas também que graça teria caminhar no meio do mato se não fosse pra olhar?

 
 


É mata fechada, são xaxins gigantes, pequenas corredeiras, araucárias e plantas de diversos tipos. Fantástico pra quem gosta desse contato direto com a natureza.
Adoramos!


A cascata da neve é realmente alta, pra nossa tristeza estava com pouco vazão de água, mas não deixava de ser bela por isso.






Seguindo a diante na trilha, temos a cachoeira das Araucárias, onde por toda sorte que eu esqueci em casa, fui picada por um marimbondo na mão. Então releva as fotos com cara de quem não gostou.
Lembra do concurso de Miss Universo que a Nathália ficou em 2º e a japonesa em 1º? Então... a mesma coisa... a da neve tem a fama, mas a das Araucárias tava bem mais bonita!

 




E pra ser ainda mais lindo, arco-íris no pé da cachoeira, a combinação perfeita da água com o sol.

Para ver mais fotos da nossa viajem até Urubici, clique aqui.
Data do passeio: 22.04.2017